MARAÚ É AMOR À PRIMEIRA VISTA

Home > Blog > MARAÚ É AMOR À PRIMEIRA VISTA



Parceiros HEVP

MARAÚ É AMOR À PRIMEIRA VISTA

28 DE SETEMBRO DE 2017

Um verdadeiro paraíso no Sul da Bahia, a Península de Maraú, situada na Costa do Dendê, é o destino ideal para quem busca paz, belas paisagens, águas cristalinas e sol. Esse lugar, meu preferido no litoral baiano, me proporcionou momentos muito felizes e especiais! Maraú foi amor à primeira vista. Cheguei já sentindo a vontade de ficar para sempre! Ô lugar bom!

 

   Na estrada: 

Já que o amigo que me acompanhava nessa aventura era o único motorista e a viagem era longa- saímos do Rio de Janeiro-, resolvemos dividi-la em duas etapas; no primeiro dia fomos até São Mateus (ES) e no segundo, obviamente, chegamos ao nosso destino. 

DIA 1: como as viagens que faço são as mais econômicas possíveis, e São Mateus-ES seria apenas um dormitório para nós, escolhemos passar a noite no Hotel Rio Norte. Um hotel simples que atendia bem as nossas necessidades, já que além da boa localização- fica na beira da estrada-, oferecia o melhor preço. A diária do quarto, na época, foi R$120,00 com café da manhã, bom e com boa variedade, incluso. 

DIA 2: ansiosos para chegarmos ao destino final, caímos na estrada sete horas da manhã. Foi uma viagem relativamente tranquila e com paisagens bem bonitas, pois assim que chegamos em Itacaré, optamos em pegar o litoral, seguindo em uma rodovia que vai margeando a praia e belos coqueirais.  O  momento mais tenso foi na entrada de Península de Maraú, uma vez que as condições da estrada de terra que dá acesso à região são muito ruins. Foram duas horas chacoalhando dentro do carro e desviando de buracos. Por isso, em virtude das condições da estrada, é importante, caso você vá de carro, checar a previsão do tempo antes de partir, evitando surpresas desagradáveis, pois quando chove, por exemplo, é praticamente impossível chegar. 

   No destino final: 

Depois de pedir uma informação aqui e outra ali e errar o caminho algumas vezes, chegamos, por volta das 16 horas, no camping. E aí foi realmente só felicidade! Quando eu vi que minha casa durante aqueles 5 dias seria no meio de coqueiros e de frente para o mar... Aff, muita alegria! Acertamos as coisas, montamos nossa barraca e já fomos assistir ao pôr do sol. Presentão! Foi a melhor recepção possível!

   Como chegar:

Além do carro, existe a possibilidade de se chegar de barco, opção escolhida pela maioria dos turistas por conta da dificuldade de acesso por terra. No entanto, apesar de sabermos disso, resolvemos arriscar, pois o carro nos da maior liberdade de ir para qualquer lugar a qualquer momento e, além disso, já temos certa experiência em estradas ruins hahaha Mas para quem preferir o barco ou para quem ainda está em dúvida, segue aí informações mais precisas sobre as duas opções.

Opção 1: parar em Camamú e pegar as embarcações que saem diariamente do porto em direção a Barra Grande.

Opção 2: seguir de carro até a Península de Maraú. Para isso, é preciso partir de Itacaré, seguir 15 km pela BA-001 (asfaltada) e, depois, dirigir por 40 km de estrada de terra na BR-030 (estrada de acesso à Península, que como disse acima, é muito ruim)

   Hospedagem:

Nesses 5 dias de sol e mar, decidimos ficar em um camping em Taipú de Fora, já que Barra Grande acaba tendo um movimento maior em virtude da vila e dos barcos que chegam por ali deixando os turistas. Taipú é mais tranquilo e afastado da agitação, bem como queríamos. Escolhemos, então, o Recanto da Sereia, um camping pezinho na areia e olhos para o mar. Como se não bastasse a beleza do lugar, nós demos a sorte de sermos os únicos acampando ali, ou seja, tínhamos o banheiro do camping só para a gente e total liberdade para escolher em qual canto colocar nossa barraquinha. Foi realmente incrível! Outra coisa muito legal é que o estacionamento é colado na área de camping, o que facilita muito, pois nem precisamos descarregar nossas mochilas, comidas, etc. Ficava tudo no carro, que estava colado na nossa barraca.

O camping tem os banheiros masculino e feminino, ambos com 2 pias, 2 boxes com água quente e umas 4 cabines com vaso sanitário. No entanto, por ser também uma pousada e um restaurante, o Recanto da Sereia não disponibiliza área de cozinha, comum em outros campings. Contudo, o café servido aos hóspedes da pousada é servido também para a galera que acampa, motivo do preço um pouco acima se comparado aos outros campings da região. Mas vale dizer que os R$40,00 de diária- dá para chorar um descontinho- valem a pena, pois o café é farto e MUITO gostoso, tanto que até hoje penso no cuscuz de tapioca. Para gente, na verdade, o fato de não ter uma cozinha comunitária não atrapalhou muito, pois temos fogareiro e podíamos fazer nossas outras refeições sem grandes dificuldades, mas quem não tem equipamentos como esse acaba gastando mais dinheiro mesmo, pois é preciso comer "fora".  

Para quem está disposto a pagar mais, a região oferece muitas opções de resorts e hotéis de luxo. Caminhando pela praia, podemos observar váaaarios hotéis incríveis!! De acordo com o site TripAdvisor, a pousada com melhor avaliação é a Dreamland Bungalows, que fica, inclusive, ao lado do Recanto da Sereia. Logo, é também um hotel pé na areia e parece ter uma belíssima estrutura e um impecável serviço, contudo não posso dar muitas informações e certezas, já que não me hospedei no local. Para quem tiver interesse é só clicar aqui e ver comentários de pessoas que já se hospedaram lá. No entanto, vale lembrar que não existe uma comunidade em Taipú como acontece em Barra Grande. Assim, se hospedar por ali significa curtir as praias e o hotel- para quem for ficar em um-, já que é uma área mais isolada. Em virtude disso, acredito que as diárias em Taipú de Fora sejam um pouco mais caras.

Quem procura por certa agitação e por um local mais estruturado- mas nem tanto-, Barra Grande é mais apropriado. Com bares, restaurantes e um centrinho super charmoso, a vila oferece muitas opções de hotéis, pousadas e campings, e, acredito que por um preço mais acessível que os luxuosos hotéis vistos em Taipú de Fora.

   O que fazer?

Praia, praia e mais praia! hahaha

- Conhecer as piscinas naturais de Taipu de Fora é imperdível!! Tem que ir! Com 1km de extensão, as piscinas naturais de Taipu são cercadas de corais, com águas cristalinas e cheias de peixes lindinhos que ficam beliscando nossa perna sem parar!! Ideal para praticar mergulho e conhecer um pouco mais a beleza e riqueza da vida submarina. No entanto, tem que ficar atento ao horário da maré. Eu e Ronny acabamos não aproveitando tanto as piscinas como gostaríamos, pois não sabíamos nadica de nada, demos sorte de achar uma e aproveitar um pouquinho. Por isso, vale a pena pedir informação para os nativos sobre o horário que as piscinas surgem. 

 - Conhecer o Farol de Taipu, que proporciona uma vista panorâmica da região e tem um belo pôr do sol.

- Ir de Barra Grande a Taipú de Fora caminhando pela areia e, de quebra, passar por outras praias da região, como: Ponta do Mutá e Três Coqueiros. Apesar de um pouco distante, vale super a pena!! Caminhar por toda aquela extensão de areia praticamente sozinho é realmente incrível!

- Curtir a vila de Barra Grande, que tem um centrinho super charmoso com vários bares e restaurantes que agradam todos os gostos e todos os bolsos.

- Alugar um quadrículo- tem em toda parte- e sair desbravando a região. Eu e Ronny fomos até Barra Grande de carro alugar um, pois foi onde achamos o preço mais barato. Pagamos R$100 o dia e saímos sem rumo, conhecendo todos os cantinhos de Maraú. Vale muito a pena!

- Conhecer as Lagoas.

 

     Taipu de Fora ou Barra Grande: como escolher?

Bem, essa não é uma escolha difícil, visto que não tem como optar por algo ruim. A diferença entre os dois lugares está relacionada, como já disse, à estrutura e à agitação; ao contrário de Barra Grande, Taipu de Fora não possui infraestrutura.Então, para quem procura certa agitação o lugar certo é Barra Grande, que possui um centrinho super charmoso com vários bares e muitos restaurantes legais, assim como lojinhas de artigos variados. O fato de ter alguma estrutura facilita muito a vida, já que não é preciso pegar carro toda noite para encontrar o que comer, fazer, etc. No entanto, se você é do tipo que gosta de tranquilidade total opte por Taipu, e te garanto que a falta de bares e agitação nem vai fazer diferença, muito pelo contrário, vai ser o grande diferencial!

     Distância Barra Grande x Taipú de Fora

Com uma distância de aproximadamente 7km, todos os dias e todas as horas saem jardineiras de Barra Grande para Taipu e de Taipu para Barra Grande. Para aqueles que não estão dispostos  a caminhar e/ou não tem carro, essa é uma boa opção.

     Dicas úteis:

- Leve repelente, pois o local tem muito mosquitos.

- Se for de carro, não esqueça de olhar a previsão, pois o tempo afeta a condição da estrada de acesso à Península.

- Leve dinheiro em espécie, pois não há banco e nem caixa eletrônico na região, e nem todos os estabelecimentos aceitam cartão de crédito.

- Para aproveitar melhor as piscinas naturais, cheque o horário da maré baixa. E lembre-se: as melhores épocas para curtir as piscinas são nos períodos de lua nova e lua cheia, pois a maré está mais baixa.

- Se for caminhar pelas praias, leve protetor solar, boné e condimentos na mochila, como água e alguns lanches, já que muitos trechos são desertos!

- Escolha pelo menos um dia para apreciar o nascer e o pôr do sol! São dois espetáculos maravilhosos!

 

Quem for, aproveite muito. Até mais, 

Ligia Gobbi - Parceira da Hevp

COMPARTILHE ESSE POST

COMENTÁRIOS